segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Ela está próxima...

Primeiro vem a tristeza... depois a queda... depois a morte... e depois... a ressurreição. Nesse momento nasce-se para a vida. A vida nasce para a vida... assim se nasce de novo... assim se vive.




Just a beatiful garden..., originally uploaded by FrecKles:).

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Momentos que ensinam...

Deixo-me levar até ao cimo das escadas ao sabor de duas de treta, entre um e outro cigarro. Nada fazia prever, mas o encontro acontece. Trocam-se palavras não ouvidas há várias anos. Revelam-se situações públicas de uma vida. O convite acontece como que por magia... a admiração instala-se. Aprendem-se lições: a hora certa no lugar certo faz a ocasião... quem não é visto não é lembrado... é na rua que estão muitas das soluções de uma vida. Saiam.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Segura...

... a minha mão, por favor segura. Segura-a com firmeza... com determinação... convicção... nem que seja por um instante, mas segura-a.




Gestos, originally uploaded by mafiland.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

O céu...

...está escuro. Muito escuro. Não vejo estrelas. Não vejo a lua.
A noite...
... está escura. Muito escura. Não vejo as pedras no caminho e... e... e caio. Caio uma... caio duas... caio muitas vezes.
Não tenho mais força para me levantar. Não tenho...

domingo, 17 de fevereiro de 2008

Mar...

A água fria bate forte nos tornozelos... nas pernas frágeis que sustentam um corpo débil... agora marcado pela dor de uma vida... são as ondas fortes daquele mar salgado que outrora levou do mundo muitas das vidas que do mar se serviram. Daquele mar salgado tirou-se muito do peixe que alimentou... alimenta a vida de muitas vidas... ai mar... tens tanto de terno como de forte... tanto de sereno como de raiva... mas és tão belo ó mar salgado... és fonte de dores... alegrias... raivas... ninguém te fica indiferente e talvez por isso um dia Fernando Pessoa escreveu:


Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!
Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.



The weight of life, originally uploaded by FrecKles:).

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Ama-se...

... e pronto. Não têm que haver razões... nem porquês... nem explicações. Tem que haver sentimento. Por isso, não há que discutir. Ama-se e pronto.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Para quem...

... sorri a criança?
Para a máquina fotográfica?
Não.
Para o fotógrafo?
Não.
Então para quem?
Para a vida que ela acredita estar para além da objectiva da máquina fotográfica.
E que bom é acreditar...



Serralves em Festa - II, originally uploaded by flickring Nemo.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

De olhos...

... postos no céu espero que apareça o arco-íris... quem sabe o olhar se torne colorido.

sábado, 9 de fevereiro de 2008

Bom Fim-de-Semana


Carnival joy, originally uploaded by flickring Nemo.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Tristeza versus Alegria IV

E como fazer para vivermos mais alegrias que tristezas? Não há formula definida. Existem algumas sugestões: olhar para o lado positivo das coisas... dos acontecimentos... da vida; acreditar fielmente que o dia de amanhã será melhor; procurar o que existe de melhor em nós e nas pessoas que estão ao nosso redor; acreditar que podemos fazer sempre mais e melhor por nós e pelos outros; não ter medo de voltar a apostar no caminho que nos fez sofrer; não ter medo de enfrentar os medos... os receios... a vida. Porque a vida é bela e mais bela fica quando sorrimos, quando acreditamos nela. E... e nada melhor que «apanhar boleia» de quem um dia Fernando Pessoa definiu como «o melhor do mundo são as crianças». Vou tentar... e deixo o convite para também vocês tentarem...



Street rider, originally uploaded by .rui. ohcaptain.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Tristeza versus Alegria III

Avançamos em direcção ao futuro. Muitas vezes sem termos noção de como o fazer. Como será esse futuro. Mas avançamos. Estudamos. Formamo-nos. Trabalhamos. Buscamos o amor. Procuramos amigos. Procuramos a vida. Nessa busca há momentos pretos e brancos, também cinzentos. Mas há momentos. E se há momentos há vida. Sorrimos mais hoje, menos amanhã. Mas sorrimos. Vivemos uns dias mais felizes, outros menos. Mas vivemos. O importante é seguir a luz.

(continua)



Perspectiva luminosa..., originally uploaded by P A S.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Tristeza versus Alegria II

A tendência para falar dos momentos tristes sobrepõe-se, na maior parte das vezes, aos de alegria; não devia de ser, mas muitas vezes é. Faz parte da vida. E da vida fazem parte alegrias e tristezas... promessas e concretizações... forças e fraquezas... sorrisos e lágrimas. Diariamente, tentamos fintar os caminhos da tristeza como fazemos com os da morte. É nesse fintar que acabamos por encontrar o caminho e avançar.
(continua)



Praia da Figueira, originally uploaded by flickring Nemo.

domingo, 3 de fevereiro de 2008

Tristeza versus Alegria I

Sentimentos como a tristeza e a alegria caminham de mãos dadas, mas nunca se revelam em simultâneo. Um sentimento sucede ao outro. Depois da tristeza chega a alegria. Depois da alegria vem a tristeza. A duração de qualquer um deles é variável, mas fica sempre a sensação de que os períodos de tristeza duram mais que os da alegria; as tristezas abrem feridas que podem demorar muito a cicatrizar. Às vezes duram anos. Às vezes acompanham-nos até à morte.

(continua)




drawings on the ground, originally uploaded by Ainav...

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

O choro...

...é molhado... sim... é molhado o choro... mas, a continuar assim ficará seco... mas, agora é molhado...