segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Janela ....

A janela... sim... foi daquela janela hoje fechada, mas outrora aberta para o mundo, que esperava ver o teu vulto... a tua pessoa... daquela janela gritei ao mundo para me devolver vivo aquele que um dia as armas chamaram... daquela janela implorei... rezei aos céus para te trazerem para junto de mim.... mas um dia... um dia as notícias chegaram... mas... mas as notícias não falavam de vida... nesse dia a janela fechou-se... aquela maldita guerra arrancou-te de mim...



Imagem de Maria José Amorim em www.olhares.com

7 comentários:

xisk disse...

a janela, a nossa visão para o mundo.

Maria disse...

Sem nada dizer, mas deixando um abraço, saio devagarinho...

peciscas disse...

Este texto, esta imagem, esta recordação.
Terrível e belo. ao mesmo tempo.
Só quem alguma vez viveu, de perto ou de longe, os malefícios de uma guerra é que pode avaliar esse tipo de sentimentos.

Pitanga disse...

Eu acompanho a Maria.

beijos

Marilyn disse...

Keep up the good work. Cheers:-)

Dalaila disse...

a que nos transporta....

be disse...

華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,