terça-feira, 30 de dezembro de 2008

...

Há palavras que dão outras palavras.
Há palavras que matam.
Há palavras que dão vida.
É por isso, como diz Philippe Breton, que a palavra «...merece, ao menos, um elogio».
Gosto de ler as suas palavras, Pedro. Inspirado aqui

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Natal

Outro natal,
Outra comprida noite
De consoada
Fria,
Vazia,
Bonita só de ser imaginada.
Que fique dela, ao menos,
Mais um poema breve
Recitado
Pela neve
A cair, ao de leve,
No telhado.
Miguel Torga, Antologia Poética

domingo, 14 de dezembro de 2008

...

Abraça-me com furor. Beija-me com paixão. Acaricia-me com ternura. Ama-me... o resto não importa... a natureza fará o resto.