quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Gestos?

Só se forem abraços. Abraços fortes. Muito fortes. Todos os outros são banais...

Sem comentários: