segunda-feira, 23 de abril de 2012

São de veludo as palavras. Daquele que finge que ama...

Sem comentários: