sexta-feira, 15 de junho de 2012

É tempo de dar tempo ao tempo. Mas nem tempo há para dar tempo ao tempo. O tempo quer tempo. O tempo devora o tempo. Com o tempo… O tempo castiga o tempo... AJO

3 comentários:

Jorge Rodrigues disse...

Bonito texto.
O tempo, por vezes, é muito macabro. Ora passa depressa, ora passa devagar. Mas é ele que regula quase tudo.
Felicidades.

sentirasletras.blogspot.com

Carlos A. Barbosa disse...

https://www.netpoints.com.br/netpoints/html/institucional/frontend/landingpage.html?idConvitePai=14000678

Jorge Rodrigues disse...

Muito obrigado. Eu também gostei do seu Blog, pelo que o coloquei nos Blogs Interessantes. Felicidades. :)