quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Ela procura inspiração para fazer o que não mais inspira. Busca, no meio do turbilhão do desassossego em que mergulhou, a esperança para concluir o que mereceu ser iniciado mas hoje sobrevive desmaiado entre um pensamento e outro… Entre uma questão e outra… Espera que o cronómetro passa com a tristeza de saber que quanto mais passa mais negra se torna a estrada…

AJO

Sem comentários: